Seja Nosso Patrocinador
Dr Franco Marcio
Rota Beer Distribuidora
Hot Dog Parada
Erasmo sabino
Nordeste Pisos

Categoria:

Empresa que criou o primeiro ‘advogado robô’ do mundo é processada em ação coletiva

[ad_1]

Para escritório de advocacia, a empresa responsável pelo ‘advogado robô’ violou a lei de concorrência ao se envolver na prática de direito sem ter licença para isso. Empresa que criou o primeiro ‘advogado robô’ do mundo é processada em ação coletiva Hansjörg Keller/Unsplash A empresa americana DoNotPay, que desenvolveu o “primeiro advogado robô do mundo”, está sendo processada por um importante escritório de advocacia que afirma que a companhia está exercendo a advocacia sem ter licença para isso, segundo a agência Reuters. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram A DoNotPay (“não pague”, em tradução livre) “não é realmente um robô, um advogado ou um escritório de advocacia”, afirma a empresa de advocacia Edelson, em uma ação coletiva encaminhada a um tribunal de São Francisco (EUA) em 3 de março. A Edelson abriu o processo em nome de Jonathan Faridian, morador da Califórnia (EUA), que afirma que utilizava os serviços da DoNotPay para escrever petições, processos e acordos de operação de empresas tendo resultados “abaixo do padrão e de baixa qualidade”. O presidente-executivo da DoNotPay, Joshua Browder, afirmou no Twitter na quinta-feira (9) que o processo “não tem mérito” e que Faridian tem “dezenas de casos bem-sucedidos relacionados a direito do consumidor obtido com a DoNotPay”. Browder ainda disse que o fundador da Edelson, Jay Edelson, “me inspirou a começar a DoNotPay”, afirmando que Edelson e advogados como ele enriqueceram por meio de ações coletivas com poucos benefícios para os consumidores. A Edelson, por sua vez, não discutiu o assunto. O processo aberto contra a DoNotPay afirma que a empresa violou a lei de concorrência desleal da Califórnia ao se envolver na prática de Direito sem ter licença para tanto. A ação busca uma ordem judicial declarando a conduta da empresa ilegal e danos não especificados. Robô da DoNotPay ajuda a cancelar assinaturas, contestar taxas bancárias, acionar seguros, entre outros Divulgação/DoNotPay Empresa criou o primeiro ‘robô advogado’ A Dontay foi fundado em 2015 e tinha como foco os processos contra multas de estacionamento. Depois, a empresa cresceu para incluir alguns serviços jurídicos, segundo o processo. Seu “robô advogado” usa inteligência artificial para automatizar pedidos de reembolso e contestações de cobranças injustas. A ideia é que os consumidores façam isso sem precisar contratar profissionais especializados. Ele escuta argumentos apresentados durante a sessão e indica a resposta mais adequada por meio de fones de ouvido. No início do ano, a DoNotPay gerou polêmica quando Browder disse no Twitter que a empresa tinha planos de usar um chatbot de inteligência artificial para aconselhar um réu em um tribunal de trânsito dos EUA. Browder também disse que sua empresa pagaria US$ 1 milhão a qualquer pessoa disposta a usar fones de ouvido enquanto utiliza o serviço de advogado robô da companhia para se defender perante a Suprema Corte dos EUA. LEIA TAMBÉM: Quer entrar na onda e testar o ChatGPT? Veja quais tarefas do dia a dia ele consegue fazer (talvez melhor do que você) Como baixar vídeos do TikTok sem marca d’água Bold Glamour: conheça o filtro polêmico do TikTok que ‘faz’ harmonização facial

[ad_2]

G1.globo

Posts Recentes
Formulário

Quer receber noticias ?

Preencha com seu E-mail, WhatsApp e vamos te enviar novidades

Compartilhe nas redes sociais

Artigo relacionados